Mais famílias cristãs mexicanas estão deslocadas

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

18 de agosto de 2016.

 

A perseguição religiosa aumenta a cada dia, os acontecimentos são graves e fazem parte dos problemas sociais que o México está enfrentando

Recentemente, mais 164 famílias do Estado de Chiapas, no México, tiveram que deixar suas casas por causa da fé cristã. Há relatos de outros 31 novos casos de deslocamento, mas ainda não foram confirmados. A intolerância religiosa no país está aumentando rapidamente e o assunto vem sendo negligenciado pelo governo.

Os acontecimentos são graves e fazem parte dos problemas sociais que o México está enfrentando ultimamente. Nas zonas rurais, a hostilidade contra os cristãos é ainda maior. Há dois meses, 11 pessoas de uma mesma família foram assassinadas em Puebla, cidade oficialmente conhecida como Heroica Puebla de Zaragoza. Se os crimes forem oficialmente divulgados, será o caso de perseguição religiosa mais violento do país até agora.

Muitos cristãos mexicanos que vivem em comunidades indígenas vêm sendo atacados fisicamente e os casos de expulsão de famílias aumentam a cada dia. As forças de segurança nacionais não estão abordando adequadamente os crimes, o que tem favorecido a perseguição aos cristãos num dos países mais violentos do mundo. Os fieis que se recusam a pagar o dinheiro solicitado pelas organizações criminosas enfrentam fortes represálias. A corrupção e o narcotráfico afetam diretamente a igreja no México.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||