“Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim”

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

13 de janeiro de 2017.

 

“Procurei um evangelista e pedi explicação dessas palavras e ele me explicou usando a Bíblia e o alcorão. Foi quando também decidi seguir a Cristo”

Elias* e Adam* são primos e vivem numa comunidade remota dominada pelos muçulmanos, na África Oriental. Elias foi o primeiro a se converter. Depois de ler a Bíblia, ele compreendeu que Jesus Cristo é o filho de Deus e que somente nele há salvação. Sua fé trouxe também muitas consequências. Toda sua família, incluindo Adam, o rejeitou.

Adam explica: “Para mim, o islã era o único caminho certo a seguir. Eu estava totalmente comprometido com essa religião. Fiquei muito zangado com Elias por ter se tornado cristão. Um dia, o encontrei na rua carregando sua Bíblia, então o confrontei. Ele não se importou e ainda compartilhou comigo João 14.6: ‘Respondeu Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim’”.

O primo explica que se sentiu tão insultado que jogou a Bíblia de Elias no chão e pisou nela. “Mais tarde encontrei um amigo que era muçulmano, mas também estava convertido ao cristianismo. Então ele disse ‘esse livro que você pisou é realmente a verdade’. Eu fiquei muito pensativo. Procurei então um evangelista e pedi explicação dessas palavras e ele me explicou usando a Bíblia e o alcorão. Foi quando também decidi seguir a Cristo”, revela.

“Felizmente fui perdoado por Elias e pelos demais. Hoje em dia, adoramos a Deus juntos. Meu primo foi expulso de casa. Nossa família sabia que se ele continuasse na comunidade seria morto pelos extremistas”, contou. Elias e Adam encontraram um lugar seguro para morar, onde há outros cristãos com experiências semelhantes. Eles também participaram de um treinamento da Portas Abertas e estão sendo apoiados por colaboradores que trabalham no país.

*Nomes alterados por motivos de segurança.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||