Estudantes sequestrados em Camarões são soltos

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

10 de novembro de 2018.

Informamos que 79 alunos de uma escola secundária presbiteriana haviam sido sequestrados domingo passado (4) pela manhã em Bamenda, Camarões. Agora eles estão soltos, junto com o motorista, enquanto o diretor e um professor da escola ainda são mantidos cativos. Os estudantes foram deixados em um dos prédios da igreja na cidade de Bafut, a cerca de 24 km de Bamenda. O governo acusou separatistas, da região de fala inglesa do país, de estarem por trás dos sequestros, mas os separatistas anglófonos negaram envolvimento no incidente.

Segundo o pastor Fonki Samuel, da Igreja Presbiteriana Moderada em Camarões, contou à rede de TV britânica BBC, os estudantes, com idade entre 11 e 17 anos, estavam “assustados e traumatizados, mas em bom estado”. Ele acrescentou que eles estavam sendo alimentados e passando por check-up médico antes de se reunirem aos seus pais. Um dos reféns, Alain, de 17 anos, disse que os sequestradores os obrigaram a correr depois de libertá-los. Ele contou à agência de notícias Reuters que não foram maltratados e que receberam comida e água. A escola onde houve o sequestro continua fechada.

O pastor Samuel também contou que 78 e não 79 alunos, como relatado anteriormente, foram sequestrados. Ele também revelou que o sequestro foi o segundo em menos de uma semana. No dia 31 de outubro, 11 meninos foram levados, mas liberados em seguida. Não se sabe ao certo quem são os sequestradores, mas a igreja pagou um resgate de 4 mil dólares pela libertação dos 11. O exército foi acionado para encontrar as crianças sequestradas no domingo.

Há relatos de que separatistas, que querem criar um estado independente chamado Ambazônia, queimaram ao menos cem escolas e as transformaram em centros de treinamento. Ore pelos cristãos perseguidos de Camarões e, de forma especial, pelos estudantes, para que não haja mais incidentes como esse. Louve a Deus pela liberação dos 78 alunos e continue orando para que o diretor e o professor sejam liberados em segurança.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||