Esther, da Nigéria, recebe cartas de encorajamento

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

24 de maio de 2019.

Você já conhece a história de Esther*? A primeira vez que a Portas Abertas encontrou Esther foi em um assentamento para deslocados internos em Maiduguri, norte da Nigéria, em 2017. Desde então, sua história foi gradualmente se desdobrando, com destaque para sua aterrorizante captura pelo Boko Haram em Gwoza, seus três cativeiros cheios de horror, sua fuga ousada e o duro julgamento que ela e Rebecca*, sua filha, receberam da comunidade e de sua família após o retorno.

Nos últimos dois anos, a Portas Abertas permaneceu presente na vida de Esther. Além da assistência em suas necessidades básicas, também foi fornecido aconselhamanto pós-trauma e realizada uma campanha de cartões para encorajá-la. A colaboradora da Portas Abertas Hanna*, visitou Esther recentemente para entregar algumas das cartas, incluindo uma de um lugar inesperado e surpreendente.

“Quando chegamos à faculdade em Maiduguri, onde ela foi aceita para estudar Educação Física, Esther ficou exultante. Ela estava voltando do estudo bíblico quando nos notou. Ela correu e nos abraçou, sorrindo sem parar”, destacou Hanna.

"Eu tenho estado bem!", começou Esther. “Mas, para ser sincera, não foi uma jornada tranquila para mim. Eu estou achando difícil lidar com os estudos depois de ficar fora da escola por tanto tempo. Mas estou determinada a continuar até o fim. Deus está me ajudando. Se não fosse por sua graça, eu teria ficado para trás e perdido a esperança. Eu acredito que Deus tem bons planos para minha vida”, disse a jovem.

Quando ela refletiu: "A vida parece injusta às vezes", foi o momento perfeito para entregar as cartas de encorajamento. Primeiro, uma carta muito especial: do Ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, Jeremy Hunt. “Quando lhe entreguei a carta impressa e expliquei de quem era, ela ficou olhando para a carta, confusa, e perguntou: ‘Como ele me conhece?’”.

“Cristãos de todo o mundo ouviram sua história e estão tão preocupados com você. Eles estão orando com você”, explicou Hanna. Isso fez com que o rosto de Esther se abrisse em um grande sorriso enquanto segurava a carta firmemente contra o peito. “É impossível descrever a alegria em seu rosto ao ler a carta, percebendo que as pessoas se importam tanto com ela”, declarou Hanna. (Essa história continua).

Pedidos de oração

  • Agradeça ao Senhor por Esther ter sido admitida na faculdade. Ore pela ajuda contínua do Senhor para ela em seus estudos.
  • Agradeça ao Senhor porque Esther continua firme na fé. Ore para que ele continue o trabalho que iniciou em sua vida e a leve a um conhecimento mais profundo de Cristo.
  • Continue clamando pelos cristãos da Nigéria, especialmente, aqueles que têm enfrentado consequências da perseguição instaurada pelo Boko Haram.

*Nomes alterados por segurança.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||