Estado Islâmico ataca novamente

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

28 de julho de 2015.

 

De acordo com a ONG International Crisis Group (ICG), o Estado Islâmico está por trás do ataque ocorrido no dia 26 de junho, em Sousse, onde 38 turistas foram mortos. Os radicais islâmicos também são responsáveis por outro ataque suicida, contra uma mesquita xiita, no Kuwait, que acarretou na morte de 27 pessoas e outras 200 ficaram feridas.

O ICG explica que os incidentes aconteceram porque houve uma mistura de grupos criminosos com os jihadistas, nas periferias urbanas e nas fronteiras, negligenciadas pelo Estado. A ONG também aponta para a falta de profissionalismo nas forças de segurança tunisianas.

Dennis, analista de perseguição da Portas Abertas, confirma: "Na Tunísia, as ligações entre os movimentos islâmicos e o crime organizado não deve ser subestimado. Eles fazem a maior agitação na sociedade tunisiana, contribuindo para um ambiente ainda mais ameaçador, aumentando ainda mais o medo dos cristãos. O incidente também é uma clara confirmação da visibilidade das células jihadistas armadas, um assunto que deve ser tratado com a máxima urgência".

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||