Estado Islâmico ameaça cristãos em Jerusalém

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

21 de julho de 2015.

 

A presença de muçulmanos é cada vez mais constante na região

No final de junho, os cristãos em Jerusalém ficaram alarmados com os panfletos assinados pelo “Estado Islâmico (EI) do Emirado Jerusalém”, exortando-os a deixar a cidade antes do final do Ramadã ou seriam abatidos – com exceção daqueles que defendessem o islã.

De acordo com informações locais, nem todos receberam o panfleto - o que levantou suspeita da origem da ameaça, se realmente vinha do EI ou de algum grupo de agitadores. A questão agora é saber quem está por trás destes panfletos e se as palavras ameaçadoras vão se tornar em ações, já que, de fato, Israel está na agenda dos radicais islâmicos.

Henriette, analista da Portas Abertas, adverte: “O Estado Islâmico quer capturar Damasco, em seguida Jerusalém, e depois Roma. Eles querem expandir a sua influência, se aproximando de Israel. Já atacaram soldados egípcios no Sinai, perto da fronteira com Gaza e estão se aproximando da fronteira com Israel”.

Ele acrescenta: "Além dos panfletos, há outros fatores que se destacam – os muçulmanos ganharam a simpatia de Israel, cristãos palestinos afirmam que a presença deles na região é cada vez mais constante e que muitos territórios palestinos estão reagindo de forma mais agressiva”. E conclui: “O bispo ortodoxo grego, Sebastia Atallah Hanna, disse que leva à sério essas ameaças, mas ele afirma corajosamente – ‘Vamos ficar em Jerusalém e na Palestina, os cristãos não estão com medo!’ Espero que todos os cristãos vivam inspirados de palavras corajosas como estas”.

Fonte; Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||