Em 85 países há pelo menos um sintoma de discriminação

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

11 de dezembro de 2017.

 

No último dia 5, o Relatório de Liberdade de Pensamento de 2017 foi apresentado. Ele revelou padrões de regressão numa escala global. O relatório é publicado pela União Internacional Ética e Humanista (IHEU, da sigla em inglês), que abraça organizações humanitárias, de livre-pensamento e de cultura ética no mundo todo. Fundada em Amsterdã em 1952, a IHEU é uma união democrática de mais de 100 organizações membros em 40 países.

O relatório revela que 85 países têm pelo menos uma lei ou sintoma de “severa discriminação” contra aqueles que pensam ou creem de forma diferente. Trinta países foram acusados de graves violações, como prescrição de pena de morte por apostasia. Entre eles estão Afeganistão, China, Bangladesh, Eritreia e Etiópia. Todos os países listados, exceto Gâmbia e Marrocos, também fazem parte da Lista Mundial da Perseguição da Portas Abertas, que elenca os 50 países onde os cristãos são mais perseguidos.

Um exemplo da violação à liberdade de pensamento em crença é a cristã paquistanesa Asia Bibi. Ela está no corredor da morte há mais de sete anos por ser acusada de blasfêmia. Em outubro, Asia  foi indicada ao Prêmio Sakharov de Liberdade de Pensamento deste ano. Não deixe de interceder por ela e outros cristãos que vivem nesses países.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||