Egito: Cristãos são mortos por assassinos profissionais

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

20 de janeiro de 2017.

A polícia egípcia não parece estar interessada em rotular os incidentes como sectários; todos os crimes, porém, parecem ter sido minuciosamente planejados

Há poucos dias, um cristão egípcio que também era médico cirurgião foi encontrado morto em seu apartamento. Ele foi a quarta vítima de uma sequência de assassinatos cristãos em apenas 10 dias. Bassam Safwat Atta tinha 35 anos, era casado e deixou dois filhos. Ele vivia na cidade de Dairut, província de Assiut.

“Todos ficamos muito chocados. Bassam era um amigo muito próximo. Perdemos um homem bom. Ele tinha um ótimo relacionamento com todos no hospital. Aprendemos com ele a mansidão e a humildade. Ele era chamado de “médico dos pobres”, porque tratava das pessoas carentes em sua clínica particular, de graça. Ele sempre foi muito amado por todos”, lamenta um dos amigos de trabalho.

O cristão foi encontrado por um vizinho que forçou a entrada no apartamento a pedido da esposa de Bassam. “Não havia nenhum sinal de violência, não houve roubo. Estava tudo no lugar”, disse Nageh. Outra vítima, Youssef Lamei, que também foi atacada, em Alexandria, no dia 3 de janeiro por um suposto “assassino profissional” foi antes ameaçado por muçulmanos salafistas (aqueles que fazem parte do Movimento Reformista Islâmico no Egito).

No dia 6 de janeiro, o casal cristão Gamal e Nadia Sami também foi encontrado sem vida em sua própria casa. De acordo com o irmão de Nadia, nenhum objeto de valor foi retirado da residência e eles foram mortos por causa de sua fé. A polícia egípcia não parece estar interessada em rotular os incidentes como sectários e alegou que o casal havia morrido logo após um roubo. Todos os crimes, porém, parecem ter sido minuciosamente planejados.

Pedidos de oração

  • Peça a Deus para confortar os corações de todos os familiares das vítimas.
  • Ore pelos cristãos perseguidos no Egito, em especial por aqueles que estão sendo ameaçados de morte pelos salafistas.
  • Ore também pelos perseguidores, que eles possam ouvir sobre as boas novas e que convertam seus corações.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||