Egito: Assassino de líder cristão é condenado à morte

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

21 de novembro de 2017.

O Tribunal Criminal do Cairo, no Egito, condenou à morte o rapaz de 19 anos, Ahmad Saeed Ibrahim al-Sonbati, por ter matado um líder cristão e ferido outro a facadas. O veredito foi encaminhado ao mais alto oficial da lei islâmica sunita do país, que tem até 15 de janeiro de 2018 para dar o veredito final. 

O técnico Sonbati foi considerado culpado pelo assassinato premeditado do sacerdote copta de 45 anos, Samaan Shehata, no dia 12 de outubro. O líder cristão de Beni Suef estava visitando a capital Cairo quando Sonbati o atacou com um punhal. De acordo com o site de notícias Watani, o jovem estava disposto a matar qualquer sacerdote copta, pois comprou um punhal e ficou esperando numa rua que levava a uma igreja local até que um deles passasse. Então ele bloqueou o caminho de Shehata e o obrigou a sair do carro. O outro sacerdote que estava com Shehata, Benjamin Moftah, também ficou ferido, mas sobreviveu ao ataque.

Depois do incidente, o bispo copta Angaelus, do Reino Unido, expressou sua tristeza: “Por que um sacerdote não poderia andar em segurança na rua? Os cristãos coptas enfrentam injustiça, perseguição e morte por séculos, sem retaliação. Eles merecem viver com respeito e dignidade na sua terra natal”. Os coptas do Egito têm passado por uma onda especial de violência esse ano. Ore por eles, para que sejam livres para expressar sua fé e assim ser testemunhas do amor de Deus.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||