Duas igrejas de comunidades negras são incendiadas nos EUA.

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

26 de junho de 2015.

 

O fogo que destruiu na terça (23) uma igreja cujos frequentadores são predominantemente negros, no estado da Georgia, foi considerado criminoso, segundo autoridades.

O incêndio aconteceu na God's Power Church of Christ, em Macon, no começo da manhã de terça. O sargento Ben Gleaton, da Brigada de Incêndio do condado de Macon-Bibb, disse à mídia local que os investigadores determinaram que o fogo foi intencionalmente provocado, mas não disse o que os levou a essa conclusão.

Gleaton diz que não há evidências indicando que o incêndio tenha sido um crime de ódio.

Autoridades disseram que eletrônicos e outros equipamentos também foram roubados do prédio em dois assaltos.

Em Charlotte, na Carolina do Norte, bombeiros disseram que as chamas em uma igreja da comunidade negra também foram provocadas intencionalmente. O pastor da igreja diz que perdoa quem quer que tenha sido responsável e que quer seguir adiante.

A emissora WBTV, em Charlotte, citou o reverendo Mannix Kinsey, da Igreja Batista Briar Creek Road, que disse ter tido medo de que a igreja fosse destruída, mas acrescentou que os danos não foram tão graves quanto ele pensava que poderiam ser.

O incêndio danificou uma ala do prédio que abriga programas educacionais.

Os dois incêndios propositais aconteceram cerca de uma semana após nove frequentadores de uma igreja da comunidade negra terem sido mortos em Charleston, na Carolina do Sul.

Fonte: AP.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||