Dois líderes religiosos e 42 civis são mortos na República Centro Africana

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

22 de novembro de 2018.

No último dia 15, rebeldes ex-Seleka atacaram uma catedral e um campo de refugiados, ambos em Alindao, cidade no sudeste do país. O grupo armado que executou o massacre teria sido a Unidade pela Paz na África Central (UPC), liderado por Ali Darassa.

“Depois de saquear e incendiar a catedral, os rebeldes se dirigiram para o campo de refugiados, onde mataram pelo menos 42 pessoas. Entre as vítimas, estão dois sacerdotes, os quais foram mortos por tiros disparados à sua residência, onde se refugiavam com outras pessoas”, reportou a agência de notícias do Vaticano, Fides.

Outras fontes estimaram que até 100 pessoas podem ter sido mortas. O contato com as pessoas em Alindao é difícil, já que as linhas telefônicas parecem ter sido danificadas durante o ataque.

O relatório da Fides diz que, é provável, que a razão do massacre seja uma vingança pela morte de um muçulmano pelas milícias anti-Balaka. A luta entre grupos extremistas é uma das fontes mais significativas da perseguição na República Centro-Africana.

Pedidos de oração

  • Ore para que o Senhor trabalhe na vida de todos aqueles que sofreram perda ou dano durante esse ataque.
  • Interceda para que Deus conforte, encoraje e traga pessoas para ele enquanto elas se deparam com a maldade deste mundo.
  • Peça a Deus para que a igreja centro-africana não sofra ainda mais com as tensões políticas e militares que envolvem o país.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||