Cristãos sudaneses pedem orações

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

20 de fevereiro de 2016.

 

As igrejas estão sendo prejudicadas, principalmente aquelas que acolheram os refugiados da Eritreia, Etiópia e Filipinas

Em Cartum, capital do Sudão e segunda maior cidade do país, os cristãos pedem oração pela situação que estão vivendo. As igrejas estão sendo prejudicadas, principalmente aquelas que acolheram os refugiados da Eritreia, Etiópia e Filipinas. Representantes do Ministério da Administração Interna do País convocaram líderes de igrejas de refugiados e disseram-lhes para que paralisem todos os seus trabalhos até que as igrejas estejam devidamente registradas, sob a pena de terem suas portas fechadas.

"Nós não sabemos o que fazer. Os líderes das igrejas de refugiados estão discutindo sobre qual será o próximo passo. Estamos pedindo a todas as igrejas do Sudão para que venham em nosso socorro e nos ajudem a tomar decisões, através de seus conselhos. Todos nós que estamos envolvidos na evangelização desse país vivemos sob intensa pressão do governo. Alguns líderes, inclusive, já estão presos", comenta um deles. Há certa desconfiança por parte dos líderes cristãos em registrar as igrejas que estão em atividade, já que isto vai fazer com que o governo tenha muitas informações sobre elas. "Nós vimos o que aconteceu na Eritreia, tememos que aconteça o mesmo por aqui", disse um líder.

Sudão vive, hoje, uma perseguição religiosa sistemática e uma espécie de política de limpeza étnica, com o islã profundamente enraizado na sociedade. Além disso, nas últimas décadas, a imprensa e meios de comunicação têm enfrentado restrições e a liberdade de expressão e religião tem sido muito reduzida. "Tudo o que tem acontecido pode ser uma indicação de que o governo do Sudão está ocupado com uma repressão mais ampla contra os cristãos no país", disse uma das fontes que não pode ser identificada por motivos de segurança. "Estamos clamando a Deus para nos ajudar nessa situação", finaliza um dos líderes cristãos.

Pedidos de oração

  • Ore para que a igreja tenha sabedoria nesse momento delicado e que saiba lidar com as exigências do governo.
  • Peça ao Senhor para que fortaleça os cristãos que enfrentam nesse momento a perseguição religiosa, para que persistam em sua fé.
  • Ore também pelos refugiados que foram acolhidos pelas igrejas do Sudão, para que eles venham somar, fazendo com que a igreja cresça e fique ainda mais forte.

 

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||