Cristãos sequestrados na Líbia são libertados

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

08 de janeiro de 2015.

 

Segundo a BBC, 13 trabalhadores cristãos egípcios foram libertados na última segunda-feira (5); há uma suspeita de que eles tenham sido sequestrados por militantes islâmicos no norte da Líbia por volta das 2 horas da manhã, no dia 3 de janeiro

Este é o mais recente de uma série de ataques contra cristãos egípcios na Líbia e ocorreu apenas uma semana depois que sete outros cristãos foram sequestrados em um incidente separado.

Hanna Aziz compartilhou sobre o que aconteceu sábado (3) à agência de notícias AP: “Eles tinham uma lista com os nomes completos dos cristãos presentes no edifício. Ao verificar as identidades de cada um, os muçulmanos eram deixados de lado, enquanto os cristãos foram levados”.

Segundo o jornal Alshareq Alawsat, fontes de inteligência egípcias disseram que "apesar de existirem informações atuais afirmando que a organização Fajer Libyaestá por trás dos ataques, relatos iniciais confirmam a responsabilidade de um grupo radical líbio ligado ao Estado Islâmico".

A Ahram Online, um agência de notícias egípcia, afirmou que o Ministério das Relações Exteriores do Egito tem orientado os egípcios para que não viajem para a Líbia. O Ministério está monitorando a situação que já acumula "circunstâncias muito complicadas e caos, especialmente porque não há nenhuma presença egípcia [diplomática] na Líbia”.

O Alshareq Alawsat disse que o número de cristãos egípcios na Líbia caiu drasticamente de 100 mil – devido à instabilidade geral – para não mais do que algumas centenas que permaneceram na cidade de Sirte, onde o sequestro do dia 3 de janeiro ocorreu.

Um líder cristão no Reino Unido afirmou: "Nos últimos anos, os cristãos egípcios que vivem na Líbia têm sofrido terríveis atos de brutalidade que incluem o bombardeio de igrejas, raptos, torturas e assassinatos. Nas últimas semanas, fomos informados do assassinato de um casal cristão e sua filha, de 13 anos de idade, em Sirte”. 

Em 2014 mais de doze cristãos foram mortos na Líbia.

Fonte: Portas Abertas.

 

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||