Cristãos russos são processados por evangelismo e cultos

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

11 de março de 2015.

 

Cristãos russos que tentam exercer a liberdade de religião sem a permissão do Estado, estão sendo multados em valores muito altos. A constituição do país garante a liberdade religiosa, desde que todos os cultos e reuniões, principalmente ao ar livre, sejam notificados às autoridades locais com antecedência

Na semana passada, um líder cristão foi multado por realizar cultos de oração em um café alugado. A denúncia foi feita por espiões plantados nessas reuniões. É possível que as alterações à Lei da religião possam surtir um efeito positivo sobre os casos que tramitam atualmente nos tribunais, como deste líder.

No entanto, um novo Código Penal, o artigo 212.1 pode ainda inibir o exercício da liberdade de religião ou crença em público. O grupo de estudo deste líder, não seguiu essa restrição exatamente temendo restrições da lei.  No entanto, as autoridades podem procurar evitar processar comunidades religiosas nos termos deste artigo, temendo represálias políticas. 

Apesar de uma decisão do Tribunal Constitucional da Rússia de retirar a obrigação de notificar as autoridades em muitos casos, algumas atividades em locais públicos pode chamar a atenção de aplicação da lei. Além do líder cristão que está respondendo processo pela reunião no café, um pregador cristão em Smolensk, vai apelar ao Supremo Tribunal contra a sua condenação por distribuir literatura religiosa em um parque público. Outro cristão, em Orel, foi multado por organizar uma cantata ao ar livre em um parque infantil.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||