Cristãos representam uma ameaça no México

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

01 de março de 2016.

 

Enquanto o narcotráfico domina o México, as igrejas continuam crescendo e os novos convertidos se apoiam na fé em Cristo

O traficante mexicano, Joaquín Guzmán Loera, também conhecido como "El Chapo" escapou da prisão pela segunda vez em julho de 2015 e foi recapturado no mês passado, conforme as informações dadas pelo BBC News. El Chapo é ligado à "Alizanza de Sangre", mais conhecida como Cartel de Sinaloa, e é considerado o criminoso mais procurado do mundo, ficando atrás apenas de Osama bin Laden, na época em que foi perseguido. Suas duas fugas foram um claro lembrete da fragilidade do Estado de Direito do México e do atual poder insuperável dos cartéis de drogas.

"Sua recaptura é, naturalmente, uma boa notícia, mas o que dizer sobre todas as outras organizações criminosas que continuam a aterrorizar grandes partes do território mexicano? Nestes territórios, todos os cidadãos, mas especialmente os mais fracos, incluindo os cristãos, sofrem muito com a impunidade e a ilegalidade mexicana", comenta um dos analistas de perseguição. Todos agora questionam se El Chapo escapará pela terceira vez, o homem que já foi listado na relação de bilionários da Revista Forbes e que faz parte de um cartel que já traficou bilhões de dólares em cocaína, maconha e metanfetaminas para os EUA, além de travar batalhas com outras gangues mexicanas.

México ocupa o 40º lugar na Classificação da Perseguição Religiosa 2016, registrando incidentes violentos contra os cristãos, que são o principal alvo dos narcotraficantes, já que as igrejas são vistas como apoiadoras da reabilitação de viciados em drogas, o que diminui o número de "clientes" das gangues e aumenta o número de novos convertidos. Ministérios cristãos sobrevivem nos locais mais perigosos e a Palavra de Deus tem servido de consolo para aqueles que vivem momentos difíceis por conta da situação no país. Ore por essa nação.

 

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||