Cristãos presos no Irã apelam à justiça hoje

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

04 de outubro de 2017.

Quatro iranianos convertidos ao cristianismo terão hoje uma audiência de recurso junto à 36º sessão do Tribunal Revolucionário em Teerã

Os homens são Yousef Nadarkhani, Mohammadreza Omidi, Yasser Mossayebzadeh e Saheb Fadaie. O advogado deles recorre contra a sentença de dez anos de prisão que os quatro cristãos receberam por implementar igrejas em casas e promover o “sionismo cristão”. O veredito foi dado no dia 24 de junho, mas recebido apenas no dia 6 de julho.

Yousef e Mohammadreza também foram sentenciados a dois anos de exílio; Yousef na cidade de Nik Shahr e Mohammadreza em Borazjan, ambas localizadas no sul do país, longe de suas famílias, que vivem em Rasht.

A história do pastor Yousef Nadarkhani começou em 2006, quando foi acusado de apostasia. Ele evangelizava os muçulmanos e, desde então, passou a ser perseguido pela justiça do país. Na ocasião, os juízes pediram para que ele se “arrependesse” diante do tribunal, mas Nadarkhani respondeu: “Arrependimento significa voltar atrás, e eu voltaria para quê? Para a blasfêmia que eu vivia antes de conhecer a Cristo?”. Os juízes retrucaram: “Você deve voltar para a religião dos seus antepassados, deve voltar ao islamismo”. Então ele decidiu: “Eu não posso fazer isso”. E desde então, a perseguição continua.

Em um caso separado, Yasser, Saheb e Mohammadreza também são acusados de consumo de álcool por participarem da ceia do Senhor no dia 13 de maio de 2016, quando foram presos. Em 10 de setembro de 2016, eles foram condenados a 80 chibatadas cada. O recurso contra essa sentença continua pendente.

A prática da injustiça

Mansour Borji, do grupo de direitos humanos Artigo 18, diz que o aumento de sentenças em um período de tempo tão curto - nos casos que aconteceram há semanas, meses e, em alguns casos, anos - mostra o “medo” das autoridades iranianas em ver o crescimento do cristianismo no país.

Ele acrescentou que é preocupante o fato de, apesar da reeleição do “moderado” presidente Hassan Rouhani e seu governo, “ainda vemos o mesmo tratamento dado aos cristãos: intolerância e sentença sem precedentes sobre acusações infundadas”, complementa.

Pedidos de oração

  • Ore para que o pedido contra o veredito seja bem-sucedido, e que os quatro cristãos sejam absolvidos.
  • Clame para que a sentença das 80 chibatadas também seja anulada.
  • Interceda para que as autoridades e juízes parem de intimidar cristãos convertidos ao cristianismo e passem a respeitar os direitos de liberdade de religião de todos no Irã.

·         Ore para que o próprio Deus se revele a todas as autoridades envolvidas no caso, e que eles venham a conhecer e a amar Jesus.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||