Cristãos podem enfrentar tempos difíceis na Venezuela

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

25 de abril de 2017.

 

"Aqueles que defendem os valores cristãos e lutam pela verdade correm o risco de enfrentar sérias represálias"

Recentemente, o Supremo Tribunal da Venezuela destituiu efetivamente a Assembleia Nacional de seus poderes. Essa decisão, segundo opiniões internacionais, abre o caminho definitivo para a ditadura. No ano passado, porém, líderes religiosos estavam alertas para o fato de que a Venezuela, que já se declara comunista, estava sufocando o cristianismo, e ao mesmo tempo se abrindo para o islã.

Atualmente, o governo venezuelano está sob o controle total do Partido Socialista Unido. A oposição chamou esse movimento de "golpe", mas o Supremo Tribunal declarou que não assumirá todos os poderes legislativos. "Na verdade, estamos diante de uma ordem constitucional e jurídica que agrava ainda mais a situação política e social da Venezuela", comenta uma das colaboradoras da Portas Abertas.

Segunda ela, o que se vê entre os cidadãos é um grande descontentamento, medidas de segurança repressivas contra os críticos desta decisão judicial e a divisão do poder buscando alcançar um equilíbrio no governo, tentando evitar a ditadura. "No momento, aqueles que defendem os valores cristãos e lutam pela verdade correm o risco de enfrentar sérias represálias", conclui a colaboradora.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||