Cristãos são perseguidos pelo Boko Haram e ficam deslocados

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

19 de novembro de 2015.

 

Um relatório do IRIN (Integrated Regional Information Networks - Rede Integrada de Informações Regionais), feito em visitas de campo no nordeste da Nigéria, informou que os militantes do Boko Haram causaram uma enorme perda na região da Bacia do Lago Chade.

Mais de 25 mil pessoas perderam suas vidas nos últimos seis anos, e mais de 2,5 milhões foram deslocadas da região do Chad Basin Lake, desde 2013. Cerca de quatro vezes mais o número de migrantes e refugiados que chegaram na Europa até o momento. Muitos dos deslocados são cristãos.

Conforme informações locais, um grupo de cristãos tentou fugir por uma floresta, no meio da noite, e entre as pessoas havia uma mulher e seu filho menor. A criança foi picada por uma cobra venenosa e em pouco tempo começou a sangrar. A mãe não teve outra escolha a não ser deixar o filho e fugir com os demais para salvar a própria vida. Um homem que corria carregando duas crianças também passou mal e teve um ataque cardíaco e uma mulher grávida deu à luz no meio do caminho.

A violência tem sido intensa contra os cristãos e as demais pessoas que são consideradas uma ameaça para o Boko Haram. Nos últimos meses, dezenas de cidades e aldeias do nordeste da Nigéria foram tomadas por militantes. A maioria dos centros de saúde permanecem fechados, enquanto as escolas foram abandonadas e, desde 2009, mais de 1.600 igrejas foram destruídas. Interceda por esse povo!

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||