Cristãos na Índia pedem que governo os proteja de ataques

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

17 de outubro de 2014.

 

Uma aliança de cristãos na Índia pediu ao governo federal para intervir e pôr fim nesses ataques. O grupo tem desafiado o recém-eleito primeiro-ministro Narendra Modi a restaurar a ordem no estado de Madhya Pradesh onde, segundo o que foi relatado, a perseguição às minorias continua impune.

Em entrevista à agência de notícias Asia News, o presidente do Conselho Global de Cristãos Indianos (GCIC, sigla em inglês) expressou preocupação com os relatos que envolvem aparente falta de controle sobre os extremistas, maioria hindu, que atacaram os cristãos.

"Este ciclo de violência planejada contra cristãos em Madhya Pradesh não é aceitável", disse o presidente do GCIC, Sajan K. George. ?O primeiro-ministro da Índia deve controlar o governo deste estado e requisitá-lo para fazer valer as garantias na Constituição do país?.

George citou uma série de incidentes, alguns dias antes e nas últimas semanas que deveria despertar o governo nacional, considerando que a liberdade religiosa está contemplada na Constituição.

Segundo George, autoridades em Madhya Pradesh têm impedido que cristãos se reúnam depois que radicais hindus aumentaram a tensão na área. 

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||