Cristãos eritreus testemunham a fidelidade de Deus

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

19 de fevereiro de 2015.

 

No dia 23 de janeiro os agentes de segurança prenderam seis cristãos em suas casas, enquanto outros quatro foram abordados e presos enquanto voltava para casa. A razão para a detenção não foi confirmada. Ao todo foram 22 prisões de cristãos em ações distintas, em Barentu, no oeste da Eritreia

Alguns dias depois da primeira detenção, em 6 de fevereiro, os agentes de segurança prenderam mais de doze cristãos que assistiam uma cerimônia de casamento realizada em um grupo que se reunia na casa de um dos noivos, em Barentu. Alguns dias após a prisão, alguns foram libertados. No entanto, a noiva e o noivo continuam presos.

Desde então, a equipe da Portas Abertas que trabalha com os cristãos perseguidos da Eritreia notou uma onda de desânimo assolando a Igreja. “Estamos muito tempo sem ouvir boas notícias e nos acostumamos a esperar pelo pior”, destaca um dos cristãos que foi libertado, junto com o grupo que estava no casamento.

Em 2014 houve um número recorde de eritreus saindo do país. Mais do triplo de pedidos de asilo foram enviados à Europa nos primeiros dez meses do ano. Outros milhares de eritreus buscaram abrigo no Sudão e quase 6 mil pessoas atravessaram a fronteira para a Etiópia, somente no mês de outubro.

Mas Deus tem sido fiel em suas promessas. A perseguição continua em níveis muito altos na Eritreia. "Os cristãos continuam sendo presos em todo o país. As condições que enfrentam continuam a ser muito difíceis, e as famílias dos presos são responsáveis em alimentá-los nas delegacias e os que estão em presídios (na verdade, estão presos em contêineres em campos de concentração), recebem alimentos insuficientes, e estão desnutridos”, explica um colaborador da Portas Abertas Internacional.

Mas, em meio a essa realidade, a Igreja continua esperançosa e confiando em Deus, vivendo sua fé nele. 

Um líder de igreja que permanece anônimo por razões de segurança, recentemente escreveu: "A Igreja na Eritreia passou por muito sofrimento durante os últimos 12 anos, mas o Senhor livrou-a de todo o mal e ainda a mantém em pé. Sua Palavra, em João 14:18, diz: ‘Não vos deixarei órfãos; Eu voltarei para vocês’. "Ele manteve a sua promessa. Vimos a sua presença e misericórdia em todos os anos em que o inimigo de nossas almas tenta nos destruir.  Mas, o Deus de Daniel e seus amigos, o Deus de Abraão, David e todos os patriarcas tornou-se o nosso Deus e Ele está nos protegendo. Louvado seja o seu poderoso nome!"

Pedidos de oração
-  Ore por aqueles que acabaram de ser presos. Ore para que eles também sejam confortados pela presença e fidelidade do Senhor.

-  Louve a Deus por sua fidelidade à Igreja na Eritreia.
- Agradeça a Deus pelo consolo e cuidado que cada cristão perseguido sente em todos os momentos em suas vidas. 
- Clame por sabedoria e graça para a vida dos cristãos perseguidos na Eritreia

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||