Cristãos de Bangladesh precisam de água

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

24 de agosto de 2017.

 

Cristãos convertidos do islamismo e do hinduísmo são privados de água potável e contam com a ajuda dos irmãos em Cristo

Purnendu Biswas, de 57 anos, é um cristão que deixou o hinduísmo para seguir a Cristo em 2002. “Desde que me converti, estou proibido de usar a água do poço do meu vizinho. Por isso, uso a água de lagoas e rios, mas eles são poluídos”, desabafa. Após usar a água suja, o filho de cinco anos adoeceu. Algumas semanas depois, ele também ficou doente.

O médico que visitaram aconselhou que tomassem água engarrafada, mas eles não têm dinheiro para isso. “A água dos poços é livre para todos, mas não temos dinheiro para instalar a tubulação. O que mais podemos fazer?”, conclui Pernendu.

O mesmo aconteceu com Abdul Kashem, de 45 anos, após deixar o islamismo. Em uma tentativa de usar o poço do vizinho para conseguir água potável, ele foi ameaçado. “Você traiu o islamismo e a nossa vila. Você não merece mais a nossa água”, disseram eles. “Como resultado, minha família e eu estamos sempre doentes”, conta Abdul.

O cuidado da família da fé
É evidente que negar o acesso à água potável é uma punição pela conversão dos cristãos. “A água é tão importante para a sobrevivência dos cristãos perseguidos. Percebemos que não era mais suficiente entregar apenas Bíblias, precisávamos prover o que eles mais precisavam naquele momento: água potável”, diz um colaborador da Portas Abertas na região.

Há alguns anos, a Portas Abertas trabalha para construir tubulação que dê acesso à agua potável para os cristãos. Todo ano, os novos convertidos são procurados para que sejam providos desse bem tão necessário. Só neste ano, 34 poços foram instalados em diferentes áreas de Bangladesh. “Isso significa que 145 cristãos hoje têm acesso à agua potável. O objetivo é ajudar mais 400”, complementa o colaborador.

Pedidos de oração

  • Agradeça ao Senhor pela provisão na vida dos irmãos de Bangladesh.
  • Ore pela obra de Deus naquela região, seja fisicamente através dos seus servos, como também espiritualmente.
  • Interceda pelos perseguidores a fim de que a misericórdia e graça de Jesus Cristo os alcance.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||