Cristãos ameaçados na Costa do Marfim.

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

06 de agosto de 2015.

 

Costa do Marfim é mais um dos países africanos que necessitam de orações, pois está na mira de grupos radicais islâmicos do Mali, desde que apoiou logisticamente as forças francesas que lutam contra o terrorismo no país. Cidades que ficam próximas à fronteira da Costa do Marfim têm sido atacadas, e muitos edifícios administrativos e de segurança já foram destruídos.

Em um telefonema para uma agência de notícias francesa, um líder islâmico declarou: "Nós estamos reivindicando as cidades de Nara e Fakola, que são terras islâmicas, e queremos punir os inimigos do islã. Nós vamos multiplicar os ataques na Costa do Marfim, no Mali e em Mauritânia, países que abrigam os inimigos do islamismo. Em resposta a esta ameaça, as autoridades nacionais implantaram forças especiais da Costa do Marfim e soldados da ONU ao longo da fronteira com o Mali. O Parlamento também aprovou uma lei antiterrorista que os autoriza a interceptar correspondências, conversas, imagens e arquivos eletrônicos, sem o consentimento dos autores. Eles também podem realizar buscas nas residências, a qualquer momento e em qualquer lugar.

A ameaça é considerada grave. Segundo o ex-diplomata Essi Amara, esses jovens costa-marfinenses foram treinados na Arábia Saudita, em particular na área de explosivos. Os jornais locais também relatam a presença do Boko Haram e de outras células regionais terroristas.

Além disso, existe uma forte influência da ideologia salafista através de empresas, doações para a construção de mesquitas, prestação de bolsas para estudos corânicos e o patrocínio de imãs para estudar em países árabes como a Arábia Saudita. Tudo isto acontecendo ao mesmo tempo, unindo o cenário político do país, resulta numa enorme desvantagem aos cristãos, o que faz aumentar ainda mais as perseguições.

Pedidos de Oração
• Ore para que Deus fortaleça a igreja na Costa do Marfim.

• Peça ao Senhor para que amenize as ameaças jihadistas.
• Ore também para que os líderes da igreja sejam sábios e estratégicos, a fim de tomar as medidas adequadas para despertar os cristãos e prepara-los para enfrentar essas ameaças da maneira mais bíblica possível.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||