Cristão perseguido encontra força na igreja

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

29 de abril de 2017.

 

Ele perdeu tudo o que tinha para seguir a Cristo, mas ganhou alegria e novos irmãos

No Leste da África, deixar o islamismo por Jesus Cristo têm grandes consequências. Mas, apesar disso, o número de cristãos ex-muçulmanos tem aumentado muito. Há pouco tempo, a Portas Abertas esteve na região para auxiliar cristãos perseguidos e conheceu Awel*, ex-líder muçulmano que enfrenta o impacto de sua decisão.

Certo dia, quando estava muito doente, Awel foi visitado por um grupo de cristãos no hospital. Ali ele ouviu o evangelho e entregou sua vida a Jesus Cristo. Suas dores passaram e o longo período de doença acabou. Mas a perseguição veio em seguida e Awel foi insultado e agredido por seus familiares. Pouco tempo depois, também perdeu a esposa e os filhos. Ainda assim, ele persevera na fé.

Awel se sente privilegiado em fazer parte do corpo de Cristo e é muito agradecido pelo apoio dos irmãos e da Portas Abertas. “A melhor cura é a cura da alma. A salvação juntou todos nós: vocês de fora, irmãos do meu país e da minha região. Encontrar a Jesus me trouxe para a igreja para ter comunhão com outros cristãos. Isso é maravilhoso!”, afirma ele.

*Nome alterado por motivo de segurança.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||