Cristão iraniano está preso e pede orações

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

25 de julho de 2016.

25-iran-0050101737.jpg

"Que o som das orações e dos louvores sejam ouvidos das igrejas outra vez"

No Irã, há dezenas de líderes cristãos presos por conta da perseguição religiosa e da imposição do islã no país. Todos aqueles que, de alguma forma, representam algum tipo de "perigo" ou dê indícios de "influência ocidental", incluindo jornalistas e iranianos de dupla cidadania (norte-americana ou britânica) são vigiados, interrogados e, na maioria das vezes, enfrentam punições, julgamentos e cárcere. Os cristãos, no entanto, são o foco principal do governo iraniano, país que ocupa a 9ª posição na atual Classificação da Perseguição Religiosa, onde o cristianismo é considerado uma ameaça iminente para a República Islâmica.

Ebrahim Firouzi, um cristão iraniano, foi condenado a cinco anos de prisão emRajai Shahr, uma cadeia que fica na periferia do Norte de Karaj, no Teerã, considerada umas das piores por seus muitos casos de tortura, abusos e execuções. Há também muitos relatos de que os prisioneiros são privados de assistência médica, mesmo em casos de extrema urgência. Ebrahim está entre criminosos potencialmente perigosos. Em seu apelo, ele enfatizou que quer permanecer forte em meio à perseguição, mas que para isso necessita muito das orações de todos os irmãos. Em uma de suas cartas, ele escreveu: "Que o som das orações e dos louvores sejam ouvidos das igrejas outra vez".

Assim como Ebrahim, há muitos cristãos que desejam a paz e a harmonia no Irã, além de almejarem a legalização das igrejas no país. Mas, atualmente, nada disso faz parte da realidade dessa nação. Os cristãos ativos são interrogados frequentemente, suas reuniões são monitoradas pela polícia secreta e, muitas vezes, eles são presos e agredidos por causa de sua fé. Ainda assim, a igreja permanece firme e em crescimento. Pessoas de todas as idades estão deixando o islamismo para seguir a Cristo, reconhecendo ser ele o único e suficiente salvador.

Pedidos de oração

  • Ore pela reabertura das igrejas no Irã que o governo fechou à força. Interceda pelos cristãos que trabalham ativamente nesse país, mesmo sabendo que correm risco de vida.
  • Peça ao Senhor para fortalecer o nosso irmão Ebrahim Firouzi e que, se possível, abrevie seus dias na prisão e o proteja durante o período que ainda deve permanecer ali. Que ele sirva de exemplo para os outros prisioneiros e que muitos corações se convertam por causa do exemplo de fé e perseverança dele.
  • Há muitos novos convertidos iranianos buscando orientação e oportunidade para compartilhar do evangelho com os muçulmanos. Peça ao Senhor para que eles sejam guiados pelo Espírito Santo e que possam testemunhar verdadeiros milagres.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||