Cristã ex-muçulmana: isolada, mas fiel a Deus

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

06 de setembro de 2018.

irmã Hamida*, do Quirguistão, é cristã há 16 anos e até meados do ano passado isso não era um problema para seu marido muçulmano, Amrid*. Ele oscilava entre o islamismo nominal e o ateísmo, mas via a diferença na vida de sua amável e cuidadosa esposa, por isso não se importava com suas atividades cristãs.

Com lágrimas nos olhos, Hamida compartilhou que tudo mudou quando o marido fez a peregrinação a Meca em 2017. “Parecia que ele era outra pessoa após a viagem, ele se tornou um muçulmano radical. E o que é mais triste, seu amor por mim se transformou em uma atitude negativa ou até mesmo ódio, por uma única razão: o nome de Jesus”, contou a cristã perseguida.

Hamida chegou a ser expulsa de casa pelo marido e foi abrigada na Casa Segura, que é um projeto especial da Portas Abertas, onde mulheres passam por reabilitação emocional, física e espiritual. Enquanto estava lá, Hamida recebia visitas de outras mulheres cristãs e conselheiros. A igreja dela também a ajudou a obter sua documentação. No entanto, ela continuava muito estressada e triste por três razões: ela não podia ver seus três filhos, não podia voltar para casa e não sabia o que iria acontecer com ela.

Suas orações podem alcançar Hamida
Mas depois que Amrid assinou um acordo em que concordava em não mais agredi-la sob pena de ser preso, ela voltou para casa. No entanto, agora vive em isolamento, não pode ir a lugar nenhum (muito menos à igreja) e não pode receber visitas de nenhum cristão. Por isso, não sabemos como está sua situação atual. A única coisa que podemos fazer é orar por ela, para que Jesus esteja bem perto dela.

Há muitas outras mulheres cristãs que passam por situação semelhante no Quirguistão, principalmente no sul do país, onde as tradições islâmicas são muito fortes. Muitas delas são agredidas fisicamente, isoladas, trancadas em seus quartos por familiares muçulmanos. Elas são perseguidas por seguir Jesus e precisam das suas orações.

*Nomes alterados por segurança.

Pedidos de oração

  • Ore pela segurança física e emocional de Hamida, que seu marido não a agrida.
  • Clame por paz em seu coração e por uma firme fé, para que ela seja ainda mais forte.
  • Interceda pela salvação de seu marido e filhos e para que Deus a livre dessa situação.
  • Peça por todas as outras mulheres cristãs na mesma situação que Hamida.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||