Cresce nervosismo do governo das Maldivas

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

11 de junho de 2015.

Mais de 98% da população maldiva é islâmica. Autoridades continuam criando dificuldades para os cristãos

O pequeno arquipélago das Ilhas Maldivas irá comemorar neste ano os 50 anos de independência do Reino Unido. Enquanto o dia da celebração se aproxima (26 de julho), o governo anunciou que, ainda em maio, 100.000 alunos teriam que celebrar a data com um desfile pela capital do país, Malé.

Daniel, analista de perseguição da Portas Abertas, ficou espantado: "Considerando que as Maldivas é um pequeno país com cerca de 350.000 cidadãos, este é um número absolutamente impressionante. E isso é ainda mais surpreendente quando as estatísticas oficiais do Ministério da Educação contam que há 86.799 estudantes no governo, na comunidade e nas escolas particulares.

Os cerca de 20.000 manifestantes da oposição que protestaram em maio, já foi um grande número, de acordo com as notícias locais. Este anúncio, portanto, pode mostrar um nervosismo crescente do governo e um esforço para mostrar um apoio inabalável. Para os cristãos nas Maldivas isso significa que não há nenhum sinal de um governo mais tolerante."

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||