Coreia do Norte: 70 anos de perseguição

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

10 de setembro de 2018.

Ontem, 09 de setembro, a Coreia do Norte completou 70 anos como nação. No entanto, a igreja subterrânea do país está longe das celebrações. Sua existência, porém, revela sua capacidade de resiliência – por 70 anos! Em 9 de setembro de 1948, Kim II-Sung proclamou o nascimento da República Popular Democrática da Coreia do Norte e se tornou seu líder. Isto marcou o começo de 70 anos de perseguição à igreja. Mas os cristãos seguem firmes.

Em um país completamente fechado, ninguém é livre. Não há espaço para a igreja. Contudo, Bíblias ocultas, canções não escritas no papel, mas na memória, mensagens transmitidas por fragmentos às prisões, reuniões secretas é o que marca a realidade da igreja norte-coreana, que está constantemente sob vigilância. Apesar disso, quatro gerações de cristãos já atravessaram a repressão do regime. Consequências como ser enviados a campos de trabalhos forçados, prisões ou morte não conseguiram sufocar a fé dos cerca de 300 mil cristãos do país.

Seu envolvimento os ajuda a perseverar
Diante das celebrações do feriado nacional, que faz o povo esquecer do cotidiano, um de nossos contatos diz: “Enfrentamos corrupção e impostos generalizados. O pior é a falta de comida, especialmente no inverno. Sem higiene e sem aquecimento, as pessoas ficam doentes e muitos morrem”. A Portas Abertas aumentou a ajuda aos cristãos norte-coreanos e hoje apoiamos cerca de 60 mil deles com alimentos, remédios e roupas. Através das contribuições de nossos parceiros, podemos fazer nossos irmãos sentirem que não estão sozinhos. “Você não conhece a fome, mas Deus abriu seu coração e abriu portas para nós. Muito obrigado”, disse um deles.

Pedidos de oração

  • Agradeça a Deus pela igreja subterrânea que está viva e persevera na Coreia do Norte.
  • Ore para que o evangelho alcance a muitos no país.
  • Clame para que Deus incline o coração do líder atual, Kim Jong-un, à sua vontade.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||