Conflitos causados pelo Boko Haram se espalham pela África

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

06 de março de 2015.

 

O ano de 2014 foi marcado pelos ataques do grupo islâmico radical Boko Haram em seu objetivo de estabelecer a Sharia (lei islâmica) na Nigéria. O clima de insegurança tem se intensificado. Embora exista liberdade para evangelizar, há uma forte oposição dos muçulmanos contra os cristãos

Ashagrie, analista da Portas Abertas sobre a perseguição aos cristãos comenta abaixo suas impressões sobre as ações do Boko Haram na região:

“O Boko Haram matou 70 pessoas na cidade de Fotokol, na fronteira com Camarões. A União Africana considera o grupo como uma séria ameaça e está enviando 7.500 grupos à Nigéria para combater esse grupo islâmico radical. Antes, a comunidade internacional falhou em não reconhecer que o grupo estava se expandindo territorialmente, mas agora é bom ver que isso mudou. O Boko Haram não é somente uma ameaça à estabilidade e segurança da região, mas obviamente também é uma ameaça aos cristãos e à outras minorias fora da Nigéria. Com sua meta de estabelecer um califado islâmico, o Boko Haram continuará a ter como alvo os cristãos dentro da Nigéria e fora dela".

Ore pelos cristãos que permanecem firmes mesmo em meio a tantas dificuldades.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||