Como vivem os cristãos nas Maldivas

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

22 de abril de 2017.

 

Não é fácil manter a igreja em crescimento e ainda secretamente, mas os cristãos maldívios conseguem; por mais perigoso que seja, eles aceitaram o desafio de servir a Cristo

O  pequeno país situado no Oceano Índico, conhecido como República das Maldivas tem a imagem de ser um destino paradisíaco. No entanto, o país está posicionado na 13ª posição da atual Lista Mundial da Perseguição, o que significa se tratar de uma nação totalmente hostil aos cristãos. O governo segue uma forma rígida do islã e ainda enfrenta sérias dificuldades com a instabilidade política na nação. A liderança política gosta de afirmar que sua população é 100% muçulmana, e se orgulha disso.

No entanto, entre os 376 mil habitantes, já existem alguns milhares que decidiram seguir os passos de Jesus, mesmo sabendo que essa decisão pode lhes custar a vida. Não é fácil manter a igreja em crescimento e ainda secretamente, mas os cristãos maldívios conseguem; por mais perigoso que seja, eles aceitaram o desafio de servir a Cristo. A igreja luta para manter os discipulados e treinamentos sem chamar a atenção. Apesar de viver com a beleza de ilhas paradisíacas, os cristãos de lá não têm direito a descanso. A perseguição é severa e violenta nos aspectos psicológico e moral.

Missionários são constantemente barrados no país, a igreja funciona de forma subterrânea, não há reuniões ou encontros entre irmãos e os novos convertidos encontram muita discriminação dentro de suas próprias famílias. Embora o conjunto de leis islâmicas, sharia, governe o país, não há relatos de cristãos sendo executados. Apesar das ameaças, há vários líderes cristãos divulgando o evangelho por lá e apesar do medo de serem descobertos, eles perseveram para continuar semeando o amor de Deus nos corações dos maldívios. Ore pela igreja em Maldivas.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||