Como vivem os cristãos na Nigéria

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

13 de abril de 2017.

 

“Ainda há muçulmanos querendo se converter ao cristianismo e, se a igreja partir, quem vai pregar o evangelho para eles?”

O país mais populoso da África, a Nigéria, está em 12º lugar na atual Lista Mundial da Perseguição e a situação de violência contra os cristãos é alarmante. O grupo extremista Boko Haram tem sido responsável por grande parte dos crimes cometidos contra a igreja no país. Mais de 10 mil pessoas já foram mortas pelo extremismo islâmico. A nação está dividida em 36 Estados e 12 deles já instituíram a sharia (legislação islâmica) parcialmente ou totalmente, desde 1999. Em apenas um ano, as mortes no norte da Nigéria aumentaram 62%. Mais de 2,3 milhões de pessoas estão deslocadas e mais de 13 mil igrejas foram abandonadas, fechadas, destruídas ou queimadas.

O sequestro de cerca de 270 meninas de uma escola numa vila do Chibok, em abril de 2014, também marcou o histórico de perseguição religiosa do país. Em 2016, mais de vinte delas foram libertadas. Muitas outras, porém, continuam sendo sequestradas e arrancadas de suas famílias e vidas. A pressão sobre os cristãos no norte, em especial, está em um nível muito elevado e tem aumentado cada vez mais. Há um destaque também para a região do Cinturão Médio da Nigéria, onde muitos ataques são feitos por pastores e colonos muçulmanos hausa-fulanis, que perseguem os cristãos sem piedade. Centenas de igrejas e propriedades já foram alvejadas e destruídas por eles.

De acordo com um pesquisador nigeriano, há movimentos pelos governos dos Estados de Benue, Kaduna, Nasarawa e Taraba que visam estabelecer e reservar campos de pastoreio para esses pastores. Isso significa que terrenos de comunidades tribais cristãs são tomados para esse fim, privando os cristãos de seus campos de cultivo e meios de subsistência. Até o momento, o governo não tomou medidas decisivas sobre isso. Ore pela igreja na Nigéria.

Você pode estender a mão aos nossos irmãos nigerianos
Conheça o projeto Um futuro de paz para a Nigéria e saiba mais. “Não é fácil sermos pacificadores, amar nossos inimigos e lidar com a violência. Eles estão nos matando, nos arrancando desta terra aos poucos, mas Deus tem sido fiel. Alguns precisam ir embora para outros lugares, mas os que ficam sabem que é por um propósito maior. Ainda há muçulmanos querendo se converter ao cristianismo e, se a igreja partir, quem vai pregar o evangelho para eles? Por isso permanecemos aqui, Deus tem nos fortalecido para essa missão”, testemunhou uma cristã nigeriana perseguida.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||