Como a igreja perseguida persevera e cumpre seu papel

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

12 de fevereiro de 2018.

 

A pobreza é outro grande desafio para todas as pessoas no Níger. Embora seja esperado que a economia receba um impulso com a descoberta de petróleo bruto e exploração de urânio, a maioria da população vive em pobreza. Com apenas um ou dois políticos cristãos, nossos irmãos e irmãs enfrentam muita marginalização econômica.

Hoje continuamos falando sobre a visita de Joseph* (nosso colaborador de campo) a comunidades cristãs no sul do país. Ele nos conta sobre outro vilarejo que visitou, que é 95% cristão. Em uma das igrejas, ficou impressionado ao ver todo o complexo da igreja preenchido com centenas de feixes de milho. “Nenhum membro dessa igreja está empregado, então ninguém tem dinheiro para ofertar para o trabalho da igreja ou para meu salário. Em vez disso, eles dão uma parcela da colheita. Então vendemos para cobrir os custos da igreja, receber fundos para construir uma nova igreja e cuidar das viúvas e órfãos”, explicou o pastor. Essa igreja patrocina dois evangelistas nas aldeias vizinhas.

PROGRAMAS DE ALFABETIZAÇÃO PARA OS CRISTÃOS PERSEGUIDOS

Essa comunidade de cerca de 1.500 habitantes tem uma escola primária que foi construída há dez anos e uma escola secundária que foi construída há três anos. Os moradores as construíram usando materiais locais. Simplesmente não há dinheiro para comprar materiais de construção mais convencionais. A única ajuda que receberam do governo foi o salário do diretor e dois professores. “Ver o que eles estão fazendo sem esperar por dinheiro de outro lugar me deu grande alegria”, disse Joseph após sua visita.

A Portas Abertas apoiou programas de alfabetização visando melhorar as perspectivas econômicas dos cristãos. O Níger possui uma das taxas de alfabetização mais baixas do mundo – menos de 20% da população pode ler e escrever. Em 2017, ajudamos a alfabetizar 120 alunos. Atualmente há 350 alunos em processo de aprendizagem. “A maioria dos participantes nunca frequentou a escola formal antes dessa oportunidade”, explica Joseph.

“Obrigado, Portas Abertas. Antes não conseguia ler nem escrever porque pensava que era só para crianças. Mas agora vejo o quanto é importante escrever e ler a Bíblia sozinho. Encorajo todos a investir neste programa de alfabetização”, declarou Lompo, um dos beneficiários. Outras questões críticas que a igreja do Níger enfrenta é a necessidade de um discipulado mais profundo dos cristãos, pastores melhor equipados e melhores cuidados para os novos cristãos.

Pedidos de oração:

  • Louve a Deus pela fidelidade e pelo uso criativo dos recursos da igreja.
  • Ore para que eles continuem levando a palavra de Deus para outros, apesar dos desafios.
  • Interceda por provisão contínua do Senhor para suas necessidades, tanto físicas como espirituais.

*Nomes alterados por segurança.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||