Colaborador da Portas Abertas visita cristãos na Nigéria

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

22 de novembro de 2014.

 

O ataque em Mubi gerou um impacto direto nos cristãos locais. Testemunhas contaram a Isaac que militantes do Boko Haram ordenaram que os cristãos que foram capturados na cidade tinham apenas duas opções: converter-se ao islã ou preparar-se para morrer. "O Senhor deu a muitos deles a graça de permanecerem fortes", relata Isaac.

Muitos homens e mulheres cristãos foram brutalmente assassinados. As jovens foram forçadas a casar com muçulmanos. Nenhuma das 200 igrejas em Mubi foi mantida em pé. Situações como essa têm sido experimentadas por milhares de cristãos em todos os estados de Borno, Yobe e Adamawa, e foram descritas por Isaac como "graves".

A comunidade cristã na Nigéria necessita desesperadamente de oração. Embora ainda não seja possível saber quantos cristãos perderam a vida nesses ataques, os pastores disseram a Isaac que estimam que mais de mil cristãos foram diretamente afetados pelas ações dos radicais. Milhares de igrejas, casas de cristãos e empresas cristãs foram destruídas. Mais de mil mulheres cristãs estão desaparecidas, e mais de mil crianças foram separadas de seus pais e agora enfrentam a vida sozinhas em acampamentos de sobreviventes.

"O nível de trauma entre os cristãos é muito alto", continuou Isaac. Mas, apesar de seu sofrimento, muitos deles conseguiram esboçar um sorriso e encontraram forças para louvar a Deus. Eles foram incentivados pela visita de Isaac. A Portas Abertas já distribuiu ajuda de emergência e mais entregas estão previstas para as próximas semanas.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||