Clima de insegurança cresce entre os cristãos da Venezuela

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

22 de maio de 2015.

 

Uma pesquisa realizada pelo Observatório de Violência na Venezuela aponta que o nível de insegurança no país continua a aumentar, afetando a vida dos cidadãos, principalmente nas áreas urbanas

Atividade de gangues, tiroteios e homicídios frequentes são os crimes mais comuns observados pelo inquérito, que também destaca a presença de sofisticadas redes criminosas transnacionais no país.

Dennis, analista de perseguição da Portas Abertas, comenta: "Na Venezuela, a principal fonte de perseguição aos cristãos é a opressão comunista que, de maneiras muito sutis, restringe a liberdade de expressão religiosa em muitas esferas da vida, especialmente quando ela passa a ameaçar a influência do governo ‘revolucionário’, como acontece em Cuba. O aumento alarmante da criminalidade violenta, no entanto, é outra tendência importante à qual os cristãos são vulneráveis. Há inúmeros casos de líderes cristãos vítimas de extorsões e de igrejas que foram atacadas e roubadas. Pode não haver sempre uma motivação religiosa por trás de tais incidentes, mas eles contribuem para colocar os cristãos em um lugar de risco".

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||