Circunstâncias de uma vida em meio à guerra

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

28 de agosto de 2018.

Depois de sete anos da guerra na Síria, o país vive as consequências de tanto tempo de conflito. Durante esse período, diversas pessoas desapareceram, deixando famílias sem saber o paradeiro de seus entes queridos. Muitos foram sequestrados, presos ou soterrados sob destroços de prédios desmoronados. Um dos casos é de dois líderes cristãos de Aleppo, Boulos Yazigi e Yohanna Ibrahim, que foram sequestrados em 2013 por pessoas não identificadas.

Outra situação que dificulta o retorno de refugiados e desabrigados para suas casas é a situação econômica. Não há oportunidades de emprego para aqueles que precisam gerar renda para seu sustento. As famílias mais vulneráveis, que possuem idosos, pessoas doentes e deficientes ou têm mulheres como chefes da casa, continuam passando por grande necessidade. Eles não podem trabalhar e com isso dependem da ajuda prática recebida por meio das igrejas.

Essas têm realizado o máximo possível nos últimos anos para ajudar os que ficaram no país. O trabalho feito por diversos voluntários e equipes das igrejas fazem uma grande diferença na vida dos beneficiários. Entre as ações estão visita para as famílias, montagem de cestas básicas, viabilidade para receber equipes de ajuda médica e todo o planejamento para que isso aconteça.

Uma questão de sobrevivência
Você também pode contribuir e mostrar a nossos irmãos sírios que estamos com eles durante a reconstrução do país. Com a sua doação, cristãos têm acesso a itens básicos como comida, roupas e remédios. Ajude os cristãos sírios a experimentar a cura e restauração necessárias para um novo começo.

Pedidos de oração

  • Ore para que as famílias tenham conhecimento do destino das pessoas desaparecidas e para que os sequestrados sejam libertados e reunidos às suas famílias.
  • Peça a Deus que continue tocando o coração das pessoas para ajudar financeiramente os mais vulneráveis.
  • Interceda para que iniciativas de geração de empregos sejam bem-sucedidas.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||