China: Transformando o deserto num jardim florido

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

16 de agosto de 2015.

 

Enlai* e sua esposa Heidi* aceitaram o grande desafio de liderar um curso para casais, onde havia muitos líderes cristãos perseguidos, do sudoeste da China. Como eles já são experientes como professores nesse ministério, por mais de 10 anos, agora eles ensinam milhares de cristãos locais. Muitos cristãos de grupos étnicos minoritários também participaram.

"Treze anos atrás, participei de um treinamento para casais, que foi realizado por uma organização de fora", comenta Enlai. "Eu sei que este é o nosso chamado. Tomamos essa iniciativa com muita fé, porque não tivemos nenhum apoio financeiro e nem mesmo um treinamento recente e dirigido para o que estamos fazendo agora", conta ele. "Na nossa geração, a maioria das igrejas chinesas não ofereciam cursos para casais, porque não era uma prioridade para a liderança e nem mesmo uma necessidade dentro da igreja. Os líderes eram tão apaixonados por evangelizar que até deixavam as suas famílias para trás, porque achavam que isso era um tipo de sacrifício espiritual", revela Enlai.

Depois que o casal conheceu a equipe da Portas Abertas, assumiu o compromisso de levar o curso em frente, atingindo milhares de famílias cristãs. "Famílias que estavam sendo destruídas foram restauradas, maridos descrentes aceitaram o Senhor Jesus e muitos filhos tiveram a alegria de ver seus pais se reconciliando. O cenário anterior parecia um triste deserto, sem esperanças, mas agora é um lindo jardim, cheio de flores. Pudemos ouvir testemunhos lindos", conta Heidi.

"Famílias sem estrutura eram uma grande ameaça para o desenvolvimento de igrejas saudáveis, era realmente como um deserto na China. Como pastor, eu sentia que o coração do Senhor estava partido com essa situação. Estava difícil até de trabalhar na obra do jeito que estava. Nós éramos os únicos a preparar o solo e a semear as sementes. Mas como disse Heidi, agora já podemos colher as flores, o jardim está florindo a cada dia, e assim podemos testemunhar da grande obra do Senhor", finaliza Enlai.

*Os nomes foram alterados por razões de segurança.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||