Brunei proíbe as festas de Natal para evitar influência cristã

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

08 de janeiro de 2015.

 

O rico estado petroleiro de Brunei proibiu as celebrações públicas de Natal por temer que os muçulmanos possam ser influenciados por elas, informou nesta quinta-feira (8) o ministério de Assuntos Religiosos.

A proibição foi decretada depois que algumas pessoas foram vistas usando roupas "parecidas com as do Papai Noel".

Um porta-voz do ministério não quis comentar a notícia, mas recordou uma declaração emitida em 27 de dezembro segundo a qual qualquer expressão pública de rituais ou festividades não islâmicas "pode ser vista como propagação de religiões distintas ao Islã".

Brunei instaurou no ano passado duros castigos baseados na sharia, a lei islâmica, que geraram críticas internacionais.

Fonte: AFP.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||