Bagdá é novamente atacada pelo Estado Islâmico

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

13 de maio de 2016.

 

Há uma guerra entre os sunitas e os xiitas, ambos também travam uma guerra contra os cristãos. As milícias iraquianas são apoiadas pelo Irã, que endossa a violência dos agressores.

O clima é tenso nas ruas de Bagdá, depois de uma explosão de carro-bomba que matou pelo menos 64 pessoas e deixou muitos feridos. O incidente aconteceu ontem, perto de um bairro suburbano xiita, conhecido como Sadr City e já foi reivindicado pelo Estado Islâmico. Segundo a BBC News e a CNN, entre as vítimas estavam mulheres e crianças. Mais tarde, outros dois carros explodiram causando grandes estragos, dessa vez na entrada de Kadhimiya, um bairro do norte de Bagdá, capital do Iraque, que também é um distrito xiita. A Reuters informou que nesse incidente 15 pessoas morreram e 33 tiveram ferimentos graves.

O terceiro carro-bomba explodiu no oeste da capital iraquiana, causando mais 7 mortes e ferindo mais 20 pessoas. Ontem, os iraquianos tiveram um dia pesado e triste. Segundo informações do G1, os extremistas islâmicos estão visando os bairros onde vive a maioria xiita por considera-los hereges. Hoje, os ataques continuaram matando 3 policiais e ferindo mais 10 pessoas, ainda de acordo com o G1. A CNN informou que os extremistas usavam coletes explosivos que foram detonados dentro de um posto policial.

Iraque (2º país da atual Classificação da Perseguição Religiosa) vive um cenário agravante desde 2003, piorando ainda mais a partir de 2011. Há uma guerra entre os sunitas e os xiitas, ambos também travam uma guerra contra os cristãos. As milícias iraquianas são apoiadas pelo Irã, que endossa a violência dos agressores, estimulando a destruição de igrejas, casas de cristãos, empresas e até locais de interesse cultural. Apesar de tudo, a igreja no país continua lutando para manter sua fé, o que tem servido de incentivo e exemplo para que os cristãos livres de perseguição despertem para orar pelos irmãos que dão sua própria vida para pregar o evangelho de Cristo em uma terra tão hostil. Interceda pela igreja no Iraque.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||