Ataque em universidade Cristã no Quênia mata ao menos 15

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

02 de abril de 2015.

 

Ao menos 15 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas em um ataque contra um campus da Universidade de Garissa, no leste do Quênia, nesta quinta-feira (2).   

De acordo com a imprensa local, homens armados invadiram a universidade. Foram ouvidos tiros e explosões em um edifício do campus, que foi isolado pela polícia. Ao menos 60 pessoas ficaram feridas.   

A imprensa queniana informou que os muçulmanos que estavam no campus foram soltos, mas os cristãos foram mantidos reféns. Nas regiões leste e norte do Kênia, que fazem fronteira com a Somália, são constantes os ataques reivindicados pelo grupo islâmico somali Al-Shabab. De acordo com a rede CNN, a organização teria assumido a autoria deste atentado também, alegando que a ação é uma vingança contra a intervenção militar no Quênia e na Somália. Em 2013, a Al-Shabab atacou o centro comercial Westgate Mall, em Nairóbi, provocando 67 mortos. Dados da polícia indicam que 312 pessoas morreram em ataques realizados pelo grupo somente entre 2012 e 2013. Somente em Garissa, houve 38 vítimas e 149 feridos nesse período.

Fonte: ANSA.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||