Apesar da perseguição, a igreja está crescendo em Omã

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

19 de setembro de 2016.

19-oman.jpg

 

A distribuição de Bíblias é proibida, mas muitos fieis "esquecem" Bíblias em locais públicos e estratégicos; o número de omanis que tem se interessado por conhecer Jesus está crescendo a cada dia

Omã é o 50º país na atual Classificação da Perseguição Religiosa e é uma das poucas nações onde, apesar do islã ser considerado a religião oficial do Estado, a conversão para outras religiões não é crime. Mas a legislação do país apresenta algumas contradições nesse sentido, já que não é permitido violar os costumes muçulmanos nem a ordem moral estabelecida por eles.

Os cristãos estão constantemente envolvidos em conflitos religiosos entre sunitas e xiitas. Por lei, todo cidadão nasce muçulmano e, quando se torna adulto, se optar por seguir o cristianismo perde seus bens, seu emprego e, no caso dos pais, perdem a guarda dos filhos como consequência por abandonar o islã. Somente os cristãos estrangeiros são livres para exercer sua fé.

A Portas Abertas está envolvida com a igreja em Omã, treinando os cristãos que chegam ao país para trabalhar. Eles são instruídos a formar grupos de oração, promover estudos bíblicos e discipulados. A distribuição de Bíblias é proibida, mas muitos fieis "esquecem" Bíblias em locais públicos e estratégicos. O número de omanis que tem se interessado por conhecer Jesus está crescendo a cada dia e a igreja no país está se estabelecendo através da perseverança e da fé daqueles que pregam o evangelho, apesar das limitações.

Pedidos de oração

  • Ore pelos cristãos omanis, para que sejam cada vez mais estratégicos na pregação do evangelho e que possam alcançar os corações daqueles que ainda não tiveram contato com o amor de Cristo.
  • Peça a Deus por sabedoria e proteção a todos os cristãos estrangeiros; que através dos treinamentos eles sejam cada vez mais capazes de manter a igreja viva em Omã.
  • Interceda também para os líderes do governo, para que elaborem leis que promovam a liberdade religiosa no país.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||