Aldeões agridem duas cristãs do Vietnã

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

27 de novembro de 2018.

Em 21 de outubro, enquanto Diep*, de 40 anos, e Ha*, de 35, oravam em sua casa, dois homens invadiram o local e disseram: “Vocês acreditam em uma religião estranha! Vocês devem abandonar essa fé”. As mulheres, porém, não negaram a fé. Os agressores acertaram socos em todo o corpo, forçaram-lhes a se curvar diante deles e deixaram-nas trancadas em casa. A tortura continuou por uma hora e alguns vizinhos vieram socorrer as irmãs, após ouvir o choro e as encontraram com ferimentos na cabeça, machucadas e ofegantes.

“Se elas não rejeitarem o Senhor, enviaremos alguém para ir até elas e agredi-las de novo e de novo. Nós os proibimos de trazê-las para o hospital!”, disseram as autoridades locais ao pastor Bao*, pastor das irmãs.

Com muita dor, Diep e Ha decidiram ir a um hospital a cinco horas de distância de sua aldeia. Elas foram aconselhadas a dar uma pausa em suas tarefas para se recuperarem completamente, mas alguns dias depois de voltar para casa, Diep foi levada novamente ao hospital com dificuldade para respirar.

No hospital, o médico não deu devida atenção ao estado de saúde de Diep, sob ordem das autoridades, e a cristã voltou para casa com o mesmo problema e até hoje tem falta de ar devido às agressões. O Pastor Bao pediu ao hospital exames ou documentos que mostrassem o porquê de sua alta, mas lhe foram negados.

Ha, a irmã mais nova de Diep vive uma situação parecida. Sua saúde ainda não está completamente restaurada. Ela é uma viúva e tem 4 filhos.

As duas irmãs e suas famílias estão agora sob o cuidado do pastor Bao e de sua igreja, mas suas finanças não são suficientes para mandá-las de volta ao hospital. A perseguição aos cristãos locais e pressão para negarem a fé continuam.

*Nomes alterados por segurança.

Pedidos de oração

  • Ore para que Deus restaure a saúde e conforte Diep e Ha, sendo assim curadas do trauma físico e emocional.
  • Que as irmãs vejam a mão de Deus agindo em suas vidas, enviando pessoas para ajudá-las, e fortalecendo sua fé nele.
  • Clame por coragem e vigilância para o pastor Bao e sua igreja.
  • Interceda para que Deus trabalhe na vida das autoridades por meio do testemunho de vida de Diep, Ha e da comunidade cristã local.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||