Al-Shabaab explode um hotel na Somália

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

03 de junho de 2016.

 

O ataque aconteceu logo após as forças somalis matarem o mentor do atentado à Universidade de Garissa

De acordo com notícias das agências de notícias Reuters e EFE, militantes do grupo extremista islâmico Al-Shabaab invadiram o Hotel Ambassador, em Mogadiscio, capital e maior cidade da Somália e detonaram um carro-bomba, deixando pelo menos 15 mortos e 20 feridos. O hotel é muito frequentado por políticos, funcionários do governo e executivos. O ataque aconteceu logo após as forças somalis, em ação conjunta com forças internacionais, matarem o líder do grupo que planejou o atentado contra a Universidade de Garissa, no Quênia, 16º país da atual Classificação da Perseguição Religiosa.

atentado que matou 147 estudantes cristãos quenianos completou 1 ano em abril. Na ocasião, o Al-Shabaab que é ligado ao grupo extremista islâmico Al-Qaeda, emitiu uma nota oficial assumindo a responsabilidade. Mohhamed Dulyadayn, mentor da ação criminosa, agora está morto. A Somália já está afundada em uma longa guerra civil, além de estar enfrentando uma séria crise financeira. Há décadas que o país suporta a violência, o luto e a dor. O motivo de tantas mortes se deu logo após o Al-Shabaab declarar publicamente que "quer a Somália livre de cristãos".

Monitorada pelo governo, a igreja se esforça para continuar evangelizando os muçulmanos, mas a situação fica cada vez mais difícil, já que o grupo extremista monitora até mesmo as companhias de telecomunicações móveis. Ser um cristão na Somália significa viver sob pressão o tempo todo, não possuir uma Bíblia e não ter a liberdade de frequentar cultos e reuniões com os irmãos, a não ser de forma clandestina e correndo risco de vida.

Pedidos de oração

  • Ore para Deus dar cada vez mais estratégias às forças somalis para enfraquecer as ações dos grupos extremistas no país.
  • Interceda pelos cristãos somalis perseguidos e peça ao Senhor para fortalecer a fé de cada um deles.
  • Ore pelos familiares das vítimas e também pelos perseguidores, para que o amor de Cristo possa invadir seus corações.

 

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||