Advogado de cristãos presos tem acesso negado a seus clientes

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

04 de dezembro de 2014.

 

Os pastores Behnam Irani e Matthias Haghnejad, e o diácono Silas Rabbani receberam, cada um, sentenças de seis anos de prisão em outubro. O apelo, também conhecido como julgamento de segunda instância, aconteceu no final de novembro, no Tribunal Revolucionário de Karaj. O resultado ainda não foi divulgado.

Seu advogado, Vahid Moshkani Farahani, disse que só lhe foi permitido se reunir com seus clientes no dia do julgamento; os vários pedidos para se encontrar com eles nos dias anteriores foram rejeitados. Ele também expressou preocupação com o bem-estar do pastor Irani, que está doente e tem sido privado de assistência médica adequada.

Os três cristãos foram obrigados a cumprir a pena de seis anos em locais remotos; o pastor Haghnejad e o diácono Rabbani foram levados para Minab, no Golfo Pérsico, e Irani condenado a cumprir a sua pena no sul da cidade de Zabol.

A sentença adicional de seis anos imposta ao pastor Irani significa que ele vai servir um total de 12 anos de prisão. 

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||