A tensão para os cristãos na última semana do Ramadã

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

20 de junho de 2017.

 

Os ataques aos cristãos costumam aumentar nos últimos dias do mês de jejum e oração dos muçulmanos

Falta uma semana para os muçulmanos ao redor do mundo celebrarem o fim do Ramadã, tempo especial de oração e jejum. A última semana de jejum é, geralmente, a mais difícil. Durante esse período, muitos muçulmanos que não levaram o jejum e a oração a sério querem recompensar o comportamento para serem abençoados. Isso significa que eles ficam mais rígidos em relação às práticas da época.

A opressão aos cristãos também aumenta nesse período. Em muitos casos, ser um muçulmano sério significa se voltar contra os cristãos, considerados infiéis. A partir desse pensamento, muitos cristãos são perseguidos e severamente punidos. Nos últimos dias, garotas cristãs que usavam calças – e por isso foram identificadas – foram atacadas nas ruas do Cairo por extremistas islâmicos. Em motos, homens se aproximaram delas pelas costas e jogaram substâncias químicas.

Aproveite para interceder pelos muçulmanos. Peça a Deus que mostre seu amor e seu nome seja glorificado. Peça também pelos cristãos perseguidos. Que eles possam testemunhar do amor de Cristo, apesar da perseguição e, clame pela completa restauração dos cristãos atacados. Que o Espírito Santo os console e mantenha firme na fé.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||