A realidade dos cristãos na Síria hoje

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

01 de julho de 2018.

 

A Revista Portas Abertas deste mês fala sobre a Síria, esse país em guerra há sete anos. Infelizmente, não há sinais que indiquem o fim dela. As consequências sociais, econômicas e emocionais são desastrosas. Segundo a ONG Observatório Sírio de Direitos Humanos, 511 mil pessoas já morreram. A ONU calcula que 5,6 milhões de pessoas deixaram a Síria, se refugiando em outros países, e mais de 6 milhões foram deslocadas internamente pela violência.

Atualmente, algumas pessoas já começaram a voltar para casa e reconstruir suas cidades. Os contrastes são visíveis: enquanto partes de cidades ainda estão em ruínas, há partes em que a vida começa a voltar ao normal, com casas restauradas e lojas reabertas. Um dos exemplos é Aleppo. Com muitos homens e jovens tendo deixado o país em busca de provisão para a família, mulheres, crianças e idosos são deixados sem recursos.

Diante dessa realidade, uma das nossas grandes frentes de atuação no país é ajuda emergencial. Ela é oferecida de várias formas, desde reconstrução de casas, até distribuição de alimentos, roupas, remédios e outros itens de necessidade básica. Na edição deste mês, você conhecerá histórias de cristãos que foram abençoados através dessa ajuda. Assim eles têm a esperança renovada e força para reconstruir.

Uma questão de sobrevivência
Você pode se juntar aos nossos irmãos sírios nesse processo de reconstrução. Ao contribuir com nossos programas de ajuda emergencial no país, você mostra a eles que estamos juntos nesta grande obra de restauração. Para doar, clique aqui.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||