A jovem igreja do mundo árabe mostra sua cara

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

01 de setembro de 2018.

Alguns países do mundo árabe, como Egito, Síria e Iraque, têm a presença de uma igreja que perdura através dos séculos, as chamadas igrejas históricas ou tradicionais. Mas alguns países, por outro lado, estão presenciando a primeira geração de cristãos, formada por ex-muçulmanos que se converteram a Cristo.

A presença de cristãos ex-muçulmanos é uma das principais marcas da igreja do Oriente Médio e Norte da África. Desiludidos com o extremismo religioso islâmico, muitos jovens buscam uma alternativa e encontram em Cristo a resposta. Esse movimento tem levado uma nova dinâmica para a existência da igreja na região.

Essa nova igreja tem vencido os desafios e saído do isolamento, formando comunidades de cristãos, mesmo que sejam on-line. O jovem cristão iraniano Hamid exerce um papel fundamental nesse processo. Ele produz podcasts (miniprogramas de rádio disponibilizados via internet) para jovens da igreja doméstica do Irã. Além disso, promove encontros secretos de jovens cristãos. Assim, eles formam uma rede tanto on-line quanto presencial e desfrutam do crescimento proporcionado pela comunhão.

Revista Portas Abertas
Na revista deste mês de setembro você pode conhecer mais sobre a nova igreja do mundo árabe e saber como se envolver com ela. Assine a revista e receba na sua casa todo mês notícias da Igreja Perseguida. Sua fé será edificada ao ver o Reino de Deus se expandindo e seu agir poderoso na vida de nossos irmãos.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||