A jornada de perdão dos cristãos na África Subsaariana

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

02 de abril de 2018.

Além da fome, pobreza, corrupção e guerras que assolam a África, outro fator cria raízes cada vez mais profundas naquele solo: o extremismo religioso. O continente está entre os mais atingidos por conflitos violentos nas últimas décadas. Os países da África Subsaariana são os mais afetados.

Jihadistas atacam cristãos em lugares como Quênia e Nigéria e muitos países de maioria muçulmana estão legitimando modelos mais radicais do islã. O resultado é que os cristãos em lugares como Sudão e Somália praticamente não têm espaço para expressar a fé.

Diante desse contexto, um dos maiores desafios da Igreja Perseguida é perdoar seus perseguidores. No Novo Testamento, o próprio Jesus Cristo diz: “Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem”. No entanto, essas palavras descrevem provavelmente o mais difícil de todos os mandamentos.

Não é diferente para os nossos irmãos perseguidos. O surpreendente é que são eles que, enfrentando as maiores perseguições, nos inspiram a viver uma vida cristã íntegra: de perdão, amor, obediência e confiança. Alguns deles são Quanizolo, da República Centro-Africana, e Yakubu, da Nigéria, cujas histórias você pode conferir lendo a Revista Portas Abertas deste mês.

Você também terá a oportunidade de apoiar um projeto que visa fornecer treinamento bíblico para cristãos da Nigéria. Neste país, cristãos foram vítimas de violência, perderam suas famílias, casas e igrejas por causa da decisão de seguir a Cristo. O projeto de discipulado prepara a igreja para enfrentar e sobreviver à perseguição com treinamentos Permanecendo Firme Através da Tempestade (PFAT), cursos sobre as bases de fé, materiais bíblicos e aconselhamento pós-trauma. É por meio da sua doação que eles podem aprender a amar e a perdoar seus inimigos.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||