40 cristãos são acusados injustamente no Sudão

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

23 de abril de 2018.

 

Azhari Tambra, Mina Mata, George Adem e Kodi Abdulraheem foram acusados ??no dia 11 de abril de “causar dano físico à polícia e a partidários de um homem de negócios muçulmano”. Isso aconteceu quando a polícia e uma multidão armada atacaram as instalações de uma igreja, que inclui casas e escritórios, bem como uma escola, em abril de 2017. A próxima audiência deve ocorrer na segunda-feira, 23 de abril.

As acusações são o mais recente desenvolvimento em uma disputa de longa data entre a Igreja Evangélica Bahri, pertencente à Igreja Evangélica Presbiteriana do Sudão (SPEC), e um comitê ligado ao governo, que quer vender a terra onde o complexo da igreja é situado.

CINCO ABSOLVIDOS E 36 PARA SEREM JULGADOS

No mesmo dia em que os quatro foram acusados, as acusações contra cinco outros membros da SPEC – Yahaya Abdulraheem, Zakaria Ismail, Idris Harris, Paulos Tutu e Salim Hassan – foram retiradas por falta de provas. No entanto, na próxima quinta-feira, 26 de abril, outros 36 cristãos devem comparecer ao tribunal, enfrentando acusações que ainda não foram publicadas.

O Sudão está em 4º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2018 e a pressão sobre as igrejas sudanesas aumentou muito nos últimos anos. “O governo do norte do país disse que o Sul pode ‘islamizar’ fortemente a legislação e as práticas do governo no Norte. E desde a declaração, houve de fato uma série de pressões sobre as igrejas”, disse Daniel Hoffman, diretor executivo da Middle East Concern, agência de defesa a cristãos, à agência de notícias Mission Network News.

Pedidos de Oração

  • Agradeça a Deus pela absolvição dos cinco cristãos que, pela graça de Deus, foram soltos e reconhecidos como inocentes.
  • Clame ao Senhor para que o mesmo aconteça aos outros 40 cristãos que estão passando por esse momento de dificuldade, incerteza e injustiça.
  • Ore por proteção aos cristãos acusados e aos familiares. Peça por provisão e consolo aos corações.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||