Trump não descarta ir pessoalmente à inauguração da embaixada dos EUA em Jerusalém

05 de março de 2018.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou nesta segunda-feira (5) que não descarta a possibilidade de ir pessoalmente à abertura da embaixada dos EUA em Jerusalém.

"Nós queremos construí-la [a embaixada] muito rapidamente", disse Trump em uma reunião com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, na Casa Branca.

A expectativa é de que a transferência da embaixada americana de Tel Aviv para Jerusalém seja realizada em 14 de maio, coincidindo com o dia do 70º aniversário da formação de Israel.

Israel classifica Jerusalém como sua capital "indivisível", incluindo seus distritos do leste e do centro histórico. A região é considerada como um epicentro do conflito no Oriente Médio, visto que Israel anexou Jerusalém Oriental em 1967 e os palestinos a consideram a capital do seu futuro Estado. 

A decisão do presidente dos EUA de transferir a embaixada foi condenada pela maioria dos países muçulmanos, onde as manifestações de protesto foram realizadas e geraram críticas de outros estados e instituições internacionais preocupadas com as perspectivas de paz no Oriente Médio.

Fonte: Sputnik

https://br.sputniknews.com/mundo/2018030510667066-trump-eua-israel-palestina-jerusalem/

TRUMP PODERÁ VISITAR JERUSALÉM PARA A ABERTURA DA EMBAIXADA EM MAIO

Uma das pretensões do primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu na sua visita a Washington hoje iniciada, era convidar o presidente norte-americano Donald Trump a estar na capital de Israel - Jerusalém - para a inauguração da nova embaixada norte-americana, anunciada para abrir em 14 de Maio próximo para a comemoração dos 70 anos de Israel.

Hoje mesmo, durante o encontro entre os dois líderes e esposas na Casa Branca, Trump referiu-se a essa possibilidade, informando ainda que o novo edifício para a embaixada em Jerusalém será construído "muito rapidamente."

E acrescentando ainda sobre o seu desejo de visitar Israel, Donald Trump afirmou: "Israel é muito especial para mim. País especial. Povo especial."

 

COMO O REI CIRO

 

Netanyahu aproveitou a visita para agradecer ao presidente Trump o seu anúncio da mudança da embaixada para Jerusalém em Maio próximo: "Esta é a primeira vez que nos encontramos em Washington, a capital americana, desde que o sr. declarou Jerusalém como capital de Israel. Essa é uma declaração histórica."

 

Netanyahu compara Trump a Ciro, o rei persa que permitiu que os judeus retornassem a Jerusalém e reconstruíssem o Templo. Ao Lorde Balfour, cuja declaração deu o suporte do Reino Unido a um estado judaico na Terra de Israel. E a Harry Truman, o presidente norte-americano que reconheceu o estado de Israel."

 

"Nós o lembraremos, Donald J. Trump, por ter reconhecido Jerusalém como capital de Israel."

 

 

Fonte: Shalom, Israel!

 

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||