Palestinos querem inscrever a cidade bíblica de Hebrom na Unesco como "Patrimônio mundial Palestino"

16 de junho de 2017.

Os árabes "palestinos" não são parcos em imaginação. Aliás, eles próprios são uma das mais vergonhosas invenções do século XX, uma vez que antes de 1967 simplesmente não "existiam"...
 
Mas a pérfida imaginação daquela gente não se fica pela sua própria origem e existência, mas passa pela habitual ridícula e absurda reinvenção da própria História.
 
E essa imaginação passa pela reivindicação de lugares na Terra de Israel que alegam pertencer-lhes, mesmo quando as evidências comprovam precisamente o contrário.
 
É o caso da cidade bíblica de Hebrom.
 
A Autoridade Palestina apresentou ao Comitê do Patrimônio Mundial da UNESCO um pedido de registro da cidade bíblica de Hebrom - incluindo o túmulo dos patriarcas - como "patrimônio cultural palestino."
 
Os palestinos querem submeter este pedido à UNESCO já na sua próxima reunião anual, a ter lugar no dia 1 de Julho, em Cracóvia, Polônia.
 
Existem atualmente 1.052 lugares considerados "patrimônio cultural mundial da UNESCO", sendo 9 deles israelitas e 2 palestinos.
 
Ainda que o processo de inscrição e confirmação leve vários anos, a Autoridade Palestina quer aproveitar-se de uma cláusula que permite acelerar o processo sob a alegação de o patrimônio estar "em perigo."
 
E, como seria de esperar, os palestinos acusam a "força ocupante" - Israel - de estar a destruir o lugar através de construções massivas, ainda que a realidade seja completamente diferente: Israel construiu um pequeno acréscimo em cimento, e o mesmo foi realizado em coordenação com a Autoridade Islâmica de Jerusalém (Waqf).
 
A PREOCUPAÇÃO DE ISRAEL
 
Para Israel, não será fácil conseguir entre os 21 países membros do "Comitê" o necessário um terço de votos contra para impedir a possível aprovação pelo comitê da UNESCO. É que nenhum desses países votou a favor de Israel quando das questões de Gaza e de Jerusalém. São eles: Finlândia, Polônia, Portugal, Croácia, Turquia, Azerbaijão, Indonésia, Filipinas, Coréia, Vietname, Cazaquistão, Quwait, Líbano, Burkina Faso, Zimbawe, Angola e Tanzânia.
 
 
A delegação israelita na UNESCO, presidida pelo embaixador Carmel Shama-Hacohen, iniciou já esforços para impedir os macabros planos da Autoridade Palestina.
 
Todos os embaixadores israelitas já se mobilizaram e tudo leva a crer que o próprio primeiro-ministro se irá também envolver nesta importante questão. Israel precisa de ter pelo menos um terço dos votos a seu favor, o que parece uma tarefa quase impossível. Se a decisão for aprovada pelo órgão da UNESCO, os palestinos poderão reivindicar o controle da cidade bíblica, acarretando mais pressão internacional sobre Israel.
 
"Esta é uma clara continuação dos ataques e dos revoltantes votos alucinatórios na UNESCO relativos a Jerusalém, o Monte do Templo e o Muro Ocidental" - lamentou Shama-Hacohen, acrescentando: "Israel respeita as sensibilidades muçulmanas e assegura liberdade de culto, de ordem, de segurança, da manutenção rotineira, e do desenvolvimento das infraestruturas de suporte aos lugares sagrados.
 
A reivindicação deles é não só revoltante, como também o é a forma em como os palestinos acusam Israel com difamações de coisas que nunca aconteceram."
 
Shalom, Israel!

Comentários

josé soares do nascimento em 20/06/2017 14:15:09

Essa inveja dos Palestinos filhos da escrava contra os judeus, terá um fim muito próximo, pois o Deus de Abrão, Isaque e Jacó mui breve esmagará satanás com a presença do seu filho Jesus Cristo que se assentará no trono de Davi Maranata
Carlos em 17/06/2017 00:14:40
Tudo isso são artimanhas diabólicas desse povo sem promessas,os Árabes,ao qual O Altíssimo nao tem aliança nenhuma com eles, descendente do filho da desobediência de Abrão!! É muita inveja desses Árabes para com o Povo de DEUS , Israel não é? - Eles tentam imitar tudo o que o Altíssimo deu aos da descendência do Filho da Promessa de DEUS a Abraão,, Isaque,, os da Aliança de Jeová com os e Apenas os:: Hebreus,, Judeus!! Canaã é toda de Israel,,dos Judeus.!...onde fica Hebrom mesmo? Pois é...

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||