Netanyahu desmascara plano palestino para a erradicação de judeus num futuro "estado palestino"

10 de setembro de 2016.

 

Benjamin Netanyahu,o primeiro-ministro de Israel, não se deixa iludir pelas mentiras e demagogias tão características dos palestinos. Hoje mesmo denunciou numa mensagem gravada nas redes sociais que os palestinos têm uma pré-condição para o estabelecimento de um futuro estado palestinos: não haver judeus!
 
Netanyahu denunciou esta posição como sendo "limpeza étnica".
 
No início da mensagem gravada na sua página do "facebook" esta manhã, o primeiro-ministro desafiou a noção recorrente de que "as comunidades judaicas na Judeia, Samaria e na 'Margem Ocidental' são um obstáculo para a paz", acrescentando "sempre ficar perplexo com essa noção."
"Porque ninguém iria seriamente reivindicar que os perto de 2 milhões de árabes que vivem dentro de Israel são um obstáculo à paz. E isso porque não são. Antes pelo contrário."
 
E Netanyahu acrescentou: "A diversidade de Israel demonstra a sua abertura e disposição para a paz. A liderança palestina, pelo contrário, exige um estado palestino com uma pré-condição: não haverem lá judeus."
"E há uma frase para isso: limpeza étnica."
 
O primeiro-ministro continuou a sua mensagem apelidando a exigência de "revoltante", acrescentando ainda: "E mais revoltante ainda é ver que o mundo não acha isso revoltante. Alguns países alegadamente iluminados até promovem essa revolta."
 
E Netanyahu interroga os seus ouvintes: "Você aceitaria uma limpeza étnica no seu país? Um território sem judeus, sem hispânicos, sem negros? Desde quando é que a intolerância é uma base para a paz?"
 
E o primeiro-ministro conclui o video afirmando: "É um absurdo haver limpeza étnica para que haja paz. É chegada a hora de alguém o dizer. E foi isso que eu fiz."
 
O presidente da Autoridade Palestina Mahmoud Abbas - já denunciado como um ex-agente da KGB na Síria - proferiu as seguintes declarações durante um briefing realizado com jornalistas no Cairo em 2013: "Numa resolução final, não quereríamos a presença de um único israelita - civil ou militar - nas nossas terras."
 
Palavras para quê?
 
Fonte: Shalom, Israel!

Comentários

Marcio em 13/09/2016 07:57:12
A verdade é que satanás cegou o mundo para compreender a verdade. Não adianta. Mesmo o melhor argumento em favor desta tese, a de que os palestinos defendem uma limpeza étnica, não prevalece diante da cegueira internacional.

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||